A planificação socialista em Cuba e o grande debate dos anos sessenta (en portugués, fácil lectura)

Marcelo Dias Carcanholo y Paulo Nakatani

Este artigo discute as relações e as divergências entre o mercado e a planificação socialista. Ele parte de uma crítica às teses da necessidade do mercado para a construção de uma economia socialista e discute duas formas diferentes de planificação, que foram confrontadas na experiência cubana, na primeira metade dos anos sessenta. Uma delas de inspiração soviética, conhecida como o cálculo econômico, implantada em todos os países do leste europeu e a outra, criada por Che Guevara, chamada de sistema orçamentário de financiamento, foi utilizada parcialmente no período em que Che foi o Ministro das Indústrias (en portugués, fácil lectura).



Leer documento completo en portugés fácil lectura (PDF)